domingo, 30 de setembro de 2012

Já somos 100!!!

E assim do nada, sem avisar, sem estarmos a contar, eis que descobrimos que chegámos finalmente aos 100 likes na página das Gossip Mommies no Facebook. E tu, já fizeste o teu like? Não?!!!! Como é que é possível?!!!! E comentários?!!! Será que as mais de 300 pessoas que por aqui passam todos os dias não têm nada para nos dizer? Vá lá, não sejam envergonhados. Se passam por aqui e gostam a ponto de voltar, acho que merecíamos de vez em quando também ter notícias vossas, o que me dizem?!






sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Tecnologias

Não ligo muito. Não nos damos muito bem. E depois de ter perdido todas as minhas fotos e vídeos ainda pior. Mas enfim, é um mal necessário.O meu telemóvel deu o berro, o microfone foi-se: não ouvia ninguém e ninguém-me ouvia. Acho que foi excesso de baba. O arranjo ficava em cento e tal euros. Então, o senhor meu marido disse que não valia a pena gastar tanto dinheiro no arranjo e que mais valia comprar um telemóvel novo. Olha que chato. Comprar é sempre um verbo que me soa bem ao ouvido =)  E então depois de muita escolha: o requisito mais importante era a câmara. Eu adoro fotos, mas não ando de máquina fotográfica atrás, e na espontaneidade do momento o telemóvel está sempre à mão. Orçamento puxa orçamento, troca de pontos, descontos disto e daquilo...o escolhido foi:

Este senhor:


Samsung Galaxy II

"Preciso mentir que te amo"

Ouvi esta música na Rádio Comercial e ADOREI!
Está linda!



Pierre Aderne e Jorge Palma - Preciso mentir que te amo

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

O meu presente Guerlin

Isto de ser cliente da Guerlin não é bom, é muito bom!!! Sempre que há novidades, as clientes têm direito a uma sessão de maquilhagem ou de tratamento de rosto, dependendo do produto que estão a apresentar. Quem não gosta de uma maquilhagem linda de morrer feita por verdadeiras profissionais??? Quem não gosta de estar deitadinha com uma máscara no rosto??? Todas adoramos.
Além disso, quando completamos um cartão de fidelidade com 10 compras, temos direito a um produto à nossa escolha. Claro, é óbvio, para termos estas vantagens todas também gastamos uns quantos euros, até que a Guerlin é tudo menos uma marca acessível. Mas também é um facto que os produtos são maravilhosos. Enfim, isto tudo para vos mostrar o meu último brinde. Depois de já ter "ganho" duas bases e um desmaquilhante, desta vez pedi uma máscara... e voilá... chegou a minha Noir G. É fantástica e recaregável! Quando acabar, basta comprar uma recarga para esta embalagem linda de morrer.
 

 
Máscara Noir G da Guerlin
 

Pessoas com pele oleosa...

AJUDEM-ME!  Tenho duas borbulhas GIGANTES a nascerem. Uma na bochecha e outra no queixo. Só me apetece ir à casa de banho rebentá-las. Eu já não estou na adolescência, o meu BI confirma, mas a minha cara/ pele ainda não percebeu. Como é que eu lhe explico? Definitivamente tenho de deixar os cremes e a maquilhagem da Guerlain. Adoro! Adora a minha conselheira, mas não está a resultar. Estava a pensar mudar para a Clinique. Estive a ver e eles têm uma linha para peles oleosas com tendências acneicas. O que acham? Alguém tem outra sugestões? I need Help!

Vestidos dos Emmys 2012

O momento foi, sem dúvida, o rasgão da Vergara... mas ela até isso pode!!!


Agora os meus preferidos:


Adoro vestidos amarelos. Gosto, é uma pancada, I know!
Julie Bowen de Monique Lhullier


Simples e clean, como ela... tenho que vir aqui falar-vos da nova série da Emily Vancamp (Revenge), ando viciada!
Emily VanCamp num Grey J Mendel Gown


Heidi Klum by Alexandre Vauthier - quando chegar aos 40 também quero estar assim!


Nicole Kidman by Antonio Berardi








Parabéns maninha!

Passei só para deixar uma mensagem de parabéns à minha irmã, que hoje faz 25 aninhos! Love you!!!



Ela e o R., quando era pequenino:)

terça-feira, 25 de setembro de 2012

É já no sábado!

No próximo sábado vou batizar a minha princesa e estou muuuuuuuuuito feliz. No mesmo dia a minha irmã vai batizar os meus dois sobrinhos e eu sou madrinha do H. :=)) Também por isso estou muuuuuuuito feliz! Mesmo assim, acho que vai ser um dia difícil. Decidimos fazer uma festa com os nossos familiares e amigos mais próximos, mas vai faltar a pessoa mais importante e que tanto queria que este dia chegasse... a minha MÃE. Neste dia tão especial, vai ser duro controlar as emoções. A cerimónia vai ser na Capela perto da casa dos meus pais e é o meu tio (diácono) que vai fazer o batizado. Depois vamos jantar numa Quinta ali perto. Foi tudo preparado em tempo recorde! Só no final de Agosto é que começamos com os preparativos. A verdade é que correu bem! Ora vejam a minha check list:
 
  • Igreja: OK
  •  
  • Quinta: só falta levar o cartaz com a disposição das mesas
  •  
  • Convites e lembranças: só tenho de imprimir as lembraças
  •  
  • Bolo: OK.
  •  
  • Fotos: depois de um pequeno stress está OK
  •  
  • Roupa, vela e toalha para a V. e para o afilhado: Só falta mesmo ir levantar as toalhas que ficaram para bordar as iniciais de cada um
  •  
  • Roupa para mim: OK
Está ou não está tudo a correr bem?!
Depois venho cá contar como correu e mostrar os pormenores :=) Até lá é tratar dos últimos assuntos e rezar para não chover!
 

Gostei desta entrevista...


Para criar um bebé só é preciso senso comum

alt
pediatra espanhol Carlos González, autor do livro Bésame Mucho, regressou a Portugal, a convite do projeto Mamar ao Peito, para uma conferência sobre amamentação. Em entrevista à Pais&filhos, falou dos temas que mais preocupam os pais. Basta ouvi-lo, lê-lo, para se ficar com a impressão de que ter filhos é a coisa mais fácil do mundo.

Porque é que as crianças resistem tanto ao sono? Porque é que tantas vezes não querem dormir?
A minha teoria é que os bebés, na nossa sociedade, têm medo de ficarem sozinhos. A maioria das mulheres do mundo anda com os filhos às costas todo o dia. A nós, europeus, custa-nos compreender que somos muito poucos e que, na maior parte do mundo, não é como nós fazemos. Na maior parte do mundo, os bebés andam às costas da mãe durante todo o dia e dormem com a sua mãe à noite. Para os bebés africanos ou peruanos, que andam nas costas da mãe todo o dia, é igual estarem a dormir ou estarem acordados, porque adormecem e acordam e continuam junto da sua mãe. Mas, na nossa sociedade, assim que o bebé adormece pomo-lo no berço. Então, os bebés europeus passam várias vezes por dia pela experiência de que estão com a sua mãe quando adormecem e quando acordam estão sozinhos. E eu penso que chegam à conclusão de que é melhor não dormirem. Porque, senão, a mãe vai embora.

Há muitas críticas ao co-sleeping. Que prejudica a autonomia da criança, que estraga o casamento…
Se não prejudica o marido, não vai prejudicar o bebé. Há muitas mulheres que dormem com os seus maridos e isso não prejudica a sua independência, o seu crescimento, não acontece nada.

Mas não pode prejudicar a relação?
Todos os nossos avós dormiam com os filhos e tinham muitos mais filhos do que agora… De alguma maneira se consegue.
(abre o livro de Fernando Pessoa e lê)
“Quando eu morrer, filhinho,/Seja eu a criança, o mais pequeno./Pega-me tu ao colo/E leva-me para dentro da tua casa./Despe o meu ser cansado e humano/E deita-me na tua cama./E conta-me histórias, caso eu acorde,/Para eu tornar a adormecer./E dá-me sonhos teus para eu brincar/Até que nasça qualquer dia/Que tu sabes qual é.
Isto era o normal em 1914.

A solução para as crianças que acordam muitas vezes à noite é levá-las para a cama dos pais?
O problema é que existe uma grande desconfiança em relação às mães e a tudo o que elas fazem. A desconfiança existe na sociedade e nas próprias mães, que não têm confiança em si próprias. Os bebés acordam várias vezes durante a noite, principalmente a partir dos quatro meses. Se eu digo: «Quando o bebé acordar de noite, faz-lhe uma massagem» e a mãe faz e o bebé adormece. A mãe pensa: «Que bem que funciona a massagem». Se digo para pôr a cama virada para oriente, seguindo as indicações do Feng Shui, e ele adormece, a mãe pensa: «Que bom é o Feng Shui». Mas se digo: «Mete-o na cama contigo», e ele adormece, ninguém diz: «Que bom é ele dormir comigo». Em vez disso, dizem: «Este bebé não dorme, se não o ponho na minha cama não dorme». Ou seja, é algo que funciona, mas parece que é mau. E passa-se o mesmo com o chorar. Dizemos: «Este bebé só chora, enquanto não lhe dou colo não se cala». Mas se lhe dermos um medicamento e ele se calar dizemos que o medicamento é maravilhoso.
Os bebés são muito fáceis de criar, muito fáceis de cuidar, só há que usar um pouco o senso comum, ver o que funciona e o que não funciona, lembrarmo-nos de quando fomos crianças. Não é assim tão difícil.

Porque é que tantas crianças não querem comer?
Quando dou uma conferência, estou numa sala com 100 mães e pergunto: alguma vez, algum médico ou enfermeiro lhes disse que o seu filho tinha pouco peso? Metade da assistência levanta a mão. Depois, pergunto: alguma vez, o seu médico ou enfermeiro lhes disse que o seu filho pesava muito ou estava gordo? Levantam a mão duas ou três. Como é possível que, num país onde o maior problema de saúde é a obesidade infantil, os médicos só encontrem três gordos e encontrem 50 magrinhos? Estamos loucos. Nós, os médicos, estamos a recomendar uma quantidade exagerada de comida e, às vezes, conseguimos que as crianças comam o que recomendamos. A obesidade infantil é devida, além de outros fatores, a milhares de médicos que dizem aos pais que os seus filhos têm de comer mais. Não é cair no absurdo de dizer que pese o que pese é normal e não tem importância. Há coisas que não são normais. O estar demasiado magro é estar fora do gráfico [de percentis]. O cinco por cento é normal, assim como o 95. Até o percentil um é normal.

Os pais fazem muitas coisas para tentar convencer os filhos a comerem: o aviãozinho, cantam. Sei que é contra tudo isto.
Sim. Não há que fazer nada nunca para obrigar o bebé a comer. Nem coisas boas, nem coisas más. Nem dar-lhe castigos por não comer, nem dar-lhe prémios por comer tudo, nem distraí-lo para que coma. Porque um bebé saudável comerá o que precisa e um bebé doente não ganha nada se o obrigarmos a comer.

Como é que uma mãe pode saber que o bebé está a mamar o suficiente?
Na realidade, é muito difícil saber. Serve de pouco ver quanto tempo o bebé está na mama, porque uns demoram mais tempo do que outros, uns mamam mais vezes do que outros. Costuma dizer-se às mães que vejam se o bebé faz chichi, se faz cocó. Mas isso é pouco útil e leva muitas mães a ficarem obcecadas, a apontarem sempre quando o bebé faz chichi e cocó. A única coisa que pode comprovar se o bebé está a comer bem é o seu peso. Por isso, é importante controlar o peso dos bebés nos primeiros dias, logo a partir dos dois, três primeiros dias de vida. Depois, é absurdo pesar um bebé todas as semanas. Basta olhar e vê-se que está bem. Mas é muito difícil dar confiança a uma mulher, porque parece que há como uma tendência espontânea para ter medo de tudo.  Penso que as mulheres necessitam é de informação, de apoio, acho que é muito útil ir a um grupo de mães durante a gravidez, sem esperar por ter um problema.

Defende muito o natural, mas faz questão sempre de frisar a importância das vacinas…
Eu não defendo o natural, defendo o que é melhor para as crianças. Defendo que se deve dar colo às crianças. Porque é natural? Não, porque é o melhor para as crianças. Também acho que as crianças devem andar calçadas e isso não é nada natural.
Há gente muito tonta que diz que o poder dos laboratórios obriga as vacinas a estarem no plano de vacinação. Em Espanha, por exemplo, fecharam-se pisos inteiros de hospitais por causa da crise. Mas não se atrevem a retirar as vacinas do calendário. Se os laboratórios têm tanto poder, como permitiram que houvesse tantos cortes na saúde? O governo sabe que se cortasse a vacina da difteria, daqui a cinco anos haveria uma epidemia de difteria. É curioso como algumas pessoas usam a bandeira da Organização Mundial de saúde para defender o parto natural e a amamentação, mas se a OMS recomenda as vacinas dizem que está vendida aos laboratórios. Uma vacina nem custa dez euros. Houve alturas em que os governos quase tiveram de obrigar os laboratórios a fabricarem vacinas, porque elas são tão baratas que o seu fabrico não rendia.

Os bebés têm mesmo cólicas?
Sim... mas as cólicas não são nada. É uma maneira de dizer que ele chora e não sabe o que se passa.

Mas doi-lhes a barriga ou não?
Não há maneira de saber. Não lhe podemos perguntar o que se passa. O que sabemos é que uns bebés choram menos, outros choram mais. Alguns ficam bem no berço outros não. E sabemos que os bebés choram menos se lhes dermos mais colo.

O colo e o mimo são a melhor solução?
Sim, claro. Há pessoas que dizem: «Se dás muito colo a um bebé, ele habitua-se». Se é assim, se o deixares chorar, ele também se habituará. Mas as duas coisas são mentira. Esta teoria da habituação é absurda. Muita gente crê que as crianças se habituam a tudo por repetição. «Se a pões na tua cama: habitua-se e não vai querer sair da tua cama. Se lhe dás colo: habitua-se e vai querer sempre colo.» Então se lhe puseres a fralda, habitua-se vai querer sempre fralda. É absurdo. Ninguém usará fralda aos 18 anos por causa disso. Quando o teu filho é criança faz coisas de criança e quando for adulto fará coisas de adulto. Não muda porque o educaste, muda porque cresceu.

O que é que um bebé precisa para ser feliz e saudável?
Para ser feliz, basicamente, precisa da sua mãe (ou alguém que faça o papel da mãe). Para ser saudável… precisa de sorte. Há coisas que podem ajudar, mas, no fundo, é tudo uma questão de sorte.


ALIMENTAÇÃO

As crianças sabem o que têm de comer?

Todas as crianças sabem, todos os animais sabem. Um leão quando tem de comer come.  Um mosquito quando tem fome pica. Até um mexilhão, que não tem cérebro, sabe quando tem de comer. É automático.


Mas as crianças, muitas vezes, preferem comer bolachas e iogurtes em vez de carne e peixe.

As crianças gostam mais de uns alimentos do que de outros. É normal. Nós adultos também. Mas os pais perguntam: «se as deixarmos comer o que querem não comerão só doces?» Uma criança de dois anos só comerá doces se em casa houver doces. Se os pais não querem que os filhos comam doces, não devem ter doces em casa. Devem ter em casa apenas a comida que achem que seja saudável. E assim, a criança poderá comer o que quiser, pois tudo será saudável.


E os legumes e as verduras? Porque é que as crianças os odeiam tanto?

A maioria das crianças não gosta de verduras, não gosta de fruta, não gosta de sopa porque são alimentos baixos em calorias. As verduras são muito saudáveis, mas são mais saudáveis para os adultos e com o tempo o nosso gosto muda. De certeza que agora comes mais verduras do que há 20 anos. As crianças têm o estômago muito pequeno e se o enchem de coisas com poucas calorias não conseguem comer o suficiente. Em África, por exemplo, há crianças desnutridas, mas os pais estão bem. Porquê? Porque só comem mandioca e outras coisas que têm poucas calorias. Um adulto pode comer dois quilos de mandioca, mas às crianças essa quantidade não lhe cabe na barriga. E é por isso que quase todas as crianças preferem alimentos com muitas calorias, como massa, batatas fritas, pizza, bolos e a fruta que preferem é a banana, porque tem mais calorias. Há purés de verduras com menos de 15 calorias, não é comida!

Fonte: Pais e Filhos

Carneirinhas: missão cumprida!

Perdida em Campo de Ourique, vira para a esquerda, vira para a direita. A uma da tarde a passar no relógio e eu achar que já ia dar com a cara na porta. Mas não, chegámos a tempo... e as "carneiras" do R. estavam lá à nossa espera. São lindas, lindas e a palete de cores de palas à escolha é imensa, o que deixa antever várias conjugações possíveis para este Inverno. Para já, trouxemos as azuis claras.



"Carneiras" Pé de Pato - Trouxemos as cremes, tamanho 20, e umas palas azuis. 

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Consulta dos 12 meses

A consulta dos 12 meses do R. foi hoje. Um pouco atrasada, é certo, mas o pediatra estava de férias e não deu para ser antes. Diagnóstico? Está tudo ótimo, baby R. continua a ser peso pluma... percentil 5!!!!... 8800kg e 74 cm. A má notícia é que, tendo em conta este peso, é super normal querer beber leite a meio da noite, que é como quem diz lá para as 6 horas da manhã. "Ele é um bebé magrinho e, por isso, não tem reservas. É normal que ao fim de 7/8horas de sono queira comer", disse o pediatra. Ok, está bem! Vamos então mentalizar-nos que ainda não é para agora que vamos voltar à rotina de sono pré-baby... tudo bem, também não nos podemos queixar, eu sei!

Alimentação: aqui é que chegaram as grandes notícias. Baby R já pode comer a nossa comidinha, com sal e tudo, embora em pouca quantidade. No sábado já lhe dei a omeleta que a May Mom aqui sugeriu e ele lambuzou-se todo!!! Podes começar a postar mais, que agora vamos seguir todinhas!!! Leite também pode começar a ser de vaca e, de preferência, gordo, que isto de ser magrito tem que ser controlado.

Os dentes demoraram a chegar, mas parece que agora resolveram vir todos ao mesmo tempo. Baby R. vai passar de bidente a detentor de mais 5 dentinhos. Estão a nascer quatro em cima e outro em baixo. (Estava um bocadinho preocupada, porque os dois incisivos de cima estão a nascer totalmente afastados, mas o pediatra diz que é normal... espero que sim e que vá tudo ao lugar, porque já estava a imaginar o R. com aquela auto-estrada no meio da boca... e não era lá muito bonito.

E foi isto. A consulta não foi das melhores. Baby R. não é de birras, mas na marquesa do Dr. parece que o estão a esfolar vivo: gritou, esperneou, chorou e olhava para mim a pedir socorro. Assim que pôde não me largou mais o pescoço. Ah, mas antes disso, teve tempo para, assim que chegou, tirar do expositor do médico toda a bonecada que ele lá tem exposta. Outro dia venho aqui contar-vos os estragos que já fez cá por casa... mas isso fica para outro post.

Estamos muito crescidas :=)

Sozinha! Baby V. já come sozinha! Ehhhh Parabéns!!! Já andavamos na fase das duas colheres, uma para ela e uma para eu lhe dar, mas ontem ao almoço a princesa comeu tudo, tudinho sozinha. Foi dia de almoço de família cá em casa. Fiz um cabritinho no forno, bem à moda da minha mãe (mas longe de estar como o dela). Veio o meu pai e a minha irmã e eu decidi que a princesa almoçava connosco à mesa em vez de lhe estar a dar de comer primeiro. Fiz o pratinho dela com um bocadinho de arroz e carninha e dei-lhe umas duas colheres. Depois parei um bocado para eu ir comendo também e quando dei conta já estava ela muito lançada a comer sozinha. Colher atrás de colher comeu tudo e ainda repetiu! Sim, repetiu... é que a princesa é uma comilona :=) Acho que também ficou fã do cabrito ;=)  
 

Chegou a Mochila!!!

Depois de uma longa busca encontrei a mochila que tanto queria para a baby V. A dica veio da BebéBolsão e eu adorei! Mandei logo um email a encomendar e fiquei à espera de resposta. A confirmação veio rápido, mas a própria da mochila demorou umas semanas e por isso não chegou a tempo do primeiro dia de escola. Mas não faz mal... valeu a pena a espera. É LINDAAAAAAAAA!!!
 
 
Mochila às flores Bordar Portugal
 
A princesa fica linda com ela! Tenho de tirar uma foto e vir mostrar :=)

Missão: Sleep all night long

Ora, portanto, lembram-se de ter falado dela? O objectivo era não dar de mamar durante a noite, a ver se o baby G. começava a dormir a noite toda. De lá para cá, só conseguimos uma vez que isso acontecesse, ou melhor, ele não dormiu a noite toda, mas sempre que acordou não mamou. E têm sido assim as nossas noites: umas melhores, outras piores...e hoje foi uma das más. Ele chorou tanto, mas tanto. O D. não estava a conseguir acalmá-lo nem adormece-lo (e olhem que ele é óptimo a adormecê-lo) e quando o pôs no chão. ele esgueirou-se e foi a correr para o nosso quarto e quando percebeu que eu não estava (escondi-me na casa de banho) ficou TÃO, mas TÃO triste, tão desconsolado que eu não aguentei mais. E voltei atrás na decisão. Ele chorava tanto, estava tão ansioso, que eu não consegui. Peguei nele ao colo e dei-lhe de mamar. Ele acalmou e adormeceu em dez minutos. Eu e o D. olhámos um para o outro com aquela inevitabilidade, mas também com alguma incerteza: por um lado, temos de ser firmes para ele perceber, mas por outro também temos de lhe dar tempo e esperar que chegue o momento dele de não querer mais mamar. Será que vai chegar? Espero que sim. Não sei...É complicado, e chamem-me o que quiserem, mas eu não consigo ver o meu filho chorar compulsivamente sem parar e de uma forma descontrolada sem fazer nada. Não consigo.  E é um misto de sentimentos entre o que nos dizem para fazer e que nós achamos que realmente vai resultar, mas que, na prática, às vezes não é bem assim. Enfim...isto para dizer que quando abri o computador e li este post da cocó na fralda me senti melhor. São situações diferentes, idades diferentes, mas, no fundo, acho que tudo se resume ao mesmo: a difícil tarefa de educar!=)

Pulseiras # look 7

Estas foram um presente especial da minha amiga CG... ela tem imenso jeito para estes trabalhos manuais, mas não há meio de arranjar uma lojinha online para deixar o mundo usufruir do seu talento...


Pulseiras made by CG
Anel - um presente chegado da Índia

sábado, 22 de setembro de 2012

Tempo para mim:)

O baby está a dormir... o A. foi para um jantar de amigos... e eu estou no relax total. A casa em silêncio, a televisão no mínimo a dar umas imagens de um filme que nem estou a ver... o vento a soprar lá fora lembrando-me que o Verão chegou ao fim e que o biquini pode hibernar de vez... Vim aqui só dizer Olá, enquanto preparo uma surpresa para uma aniversariante muito especial (depois conto!!!)


quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Hoje sinto-me assim..

Com vontade de enterrar a cabeça nos joelhos e ficar o dia todo a chorar. Olha é o que me apetece!


PS: Deixem lá... é só um desabafo... e o blog também ajuda a desabafar :=)

Não concordo com tudo, mas que tem piada, tem...


BARRIGA É BARRIGA...
Arnaldo Jabour (cineasta, jornalista, escritor barsileiro)
Barriga é barriga, peito é peito e tudo mais. Confesso que tive agradável surpresa ao ver Chico Anísio no programa do Jô, dizendo que o exercício físico é o primeiro passo para a morte. Depois de chamar a atenção para o fato de que raramente se conhece um atleta que tenha chegado aos 80 anos e citar personalidades longevas que nunca fizeram ginástica ou exercício - entre elas o jurista e jornalista Barbosa Lima Sobrinho - mas chegou à idade centenária, o humorista arrematou com um exemplo da fauna:

A tartaruga com toda aquela lerdeza, vive 300 anos. Você conhece algum coelho que tenha vivido 15 anos?

Gostaria de contribuir com outro exemplo, o de Dorival Caymmi. O letrista compositor e intérprete baiano era conhecido como pai da preguiça. Passava 4/5 do dia deitado numa rede, bebendo, fumando e mastigando. Autêntico marcha-lenta, levava 10 segundos para percorrer um espaço de três metros. Pois mesmo assim e sem jamais ter feito exercício físico viveu 90 anos.

Conclusão: Esteira, caminhada, aeróbica, musculação, academia? Sai dessa enquanto você ainda tem saúde...

E viva o sedentarismo ocioso!!! Não fique chateado se você passar a vida inteira gordo. Você terá toda a eternidade para ser só osso!!!
Então: NÃO FAÇA MAIS DIETA!! Afinal, a baleia bebe só água, só come peixe, faz natação o dia inteiro, e é GORDA!!! O elefante só come verduras e é GORDOOOOOOOOO!!!

VIVA A BATATA FRITA E O CHOPP!!! 
Você, menina bonita, tem pneus? Lógico, todo avião tem!
E nunca se esqueçam:
'Se caminhar fosse saudável, o carteiro seria imortal.´

E lembrem-se sempre:

Celulite quer dizer :
EU SOU GOSTOSA! Em braile!

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Lanidor Outono/Inverno

Eu sei que ainda está calor. Eu sei que ainda não apetece. Mas eu estou apaixonada por estes dois calções de xadrez!




Estou desejosa que cheguem às lojas para lhe pôr as mãos em cima. Já só consigo imaginar baby G. com eles vestidos.

A nova cadeira do carro

FOi uma escolha difícil, confesso. Ponderámos muito os prós e os contras de uma cadeira que desse para o R. continuar a ir de costas no carro ou uma que já fosse para a frente. A segurança é sempre o mais importante, mas é óbvio que temos que pensar noutras coisas, nomeadamente o facto de ele querer ou não continuar a ir de costas. A experiência recente de alguns amigos que compraram a cadeira da Be-Safe que dá para ir virada de costas para a estrada ou para a frente, como se preferir, acabou por ditar a nossa escolha. Esta cadeira é muito mais cara do que as outras que só dão para ir de frente e, no caso desses nossos amigos, foi um desperdício, porque o bebé deles não pára de chorar quando vai de costas. Já não quer, pura e simplesmente entra numa berraria que quase lhe falta o ar. Ora, o R. anda quase todos os dias uma hora de carro comigo, quando o vou levar e buscar à minha mãe. A bem da minha sanidade e da dele, é bom que o miúdo não odeie as viagens. Além disso, só vai passar para a cadeira que anda de frente lá para os 18 meses, porque por enquanto ainda estamos nos 8,4kg e, não só o ovo dá até aos 13kg, como mesmo que quisesse mudá-lo, a cadeira do grupo 1 é só a partir dos 9kg.

Assim, acabámos por optar pela Axiss da BebéConfort. Aqui foi uma escolha fácil: esta é das únicas que dá para usar sem base isofix. Sim, porque eu comprei uma base EasyFix para o ovo, porque não tenho sistema Isofix e agora é que descobri que a base só dá mesmo para o ovo, porque para a cadeira esquece! Isto agora é uma parvoíce... a maioria das cadeiras só encaixa nas bases isofix, não são adaptadas só para os cintos. Então e quem não tem carro com Isofix? O senhor da loja foi muito claro: "troca de carro para um com Isofix".

Axiss Dress Blue - foi o presente dos avós maternos no primeiro aniversário




Roda 90º para a esquerda e para a direita - o que deve dar jeito para tirar e pôr o bebé
Tem oito posições sentada e semi-deitada

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Os significados dos nomes dos nossos babies

Por aqui eles são a V., o G. e o R., mas acho que ninguém se importa se partilhar o significado de cada um dos nomes, porque acho que de facto se aplica na perfeição ao feitio dos nossos pimpolhos:

R. - Nome de um dos sete arcanjos, e que significa "cura por Deus". Este nome caracteriza uma pessoa paciente e perseverante, que gosta de viver bem e que usa todos os meios para ter sucesso, êxito e prestígio.

G. - IMAGINATIVO E INTUITIVO -  tem origem germânica e deriva das palavras “will” (vontade) e “helm” (protecção). Enquanto criança é sensível, terno e afectuoso, possui uma imaginação fértil e uma intuição espantosa. Mas, a partir da adolescência, quando começa a contactar com a realidade, os seus sonhos desmoronam-se e descobre um mundo cruel e ingrato, construindo uma carapaça para se proteger.

V. -  tem origem no latim e que significa vitória, vencedora, “aquela que vence”. Este é o nome da deusa mitológica que garante a vitória. É uma pessoa que tem facilidade em resolver os problemas, pois a sua simpatia e as suas boas intenções atraem o apoio de pessoas influentes e dos amigos.


Com os melhores cumprimentos do Clube Bebé Nestlé.

Receitas para Babies # 3

Desta vez a receita é mais "sofisticada" mas muito fácil de fazer. Tirei esta ideia do livro Receitas da Felicidade do Piccolino (Chicco). Normalmente é o que faço, vejo vários livros de receitas (adoro), tiro ideias e depois faço à minha maneira.
 
Omelete de legumes
 
* 1 porção
* Grau de dificuldade: fácil
* Tempo: 35 minutos
* Ingredientes: 1 ovo, 2 colheres de sopa de leite, cenoura, courgete, feijão verde e um fio de azeite (Fig. 1)
 
1. Cozer os legumes num tacho pequenino
2. Quando estiverem bem cozidos, retirar a água (Fig. 2) e passar com a varinha mágica até se formar um puré de legumes
3. Bater o ovo junto com o leite
4. Deitar um fio de azeite na frigideira e fazer a omelete recheada com um bocado do puré (reservar o resto para acompanhamento) (Fig. 3)
5. Servir acompanhada com o mesmo puré de legumes (Fig. 4)
 
 
Fig. 1

 
Fig. 2

 
Fig. 3

 
Fig. 4
 
 
Bom apetite!
 
P.S: Baby V. adorou! Não sobrou nada de nada!

Reunião de Pais

Na sexta-feira foi à primeira Reunião de Pais na escolinha da V. Confesso que estava muito entusiasmada e cheia de vontade de ir à minha primeira Reunião de Pais! Parece estúpido, mas é verdade. Isto da escolinha é também uma novidade para os pais. Afinal é a primeira vez que estou a passar por esta experiência. Andei uns dias a pensar "Reunião de Pais?? O que é que vamos falar?? Sei que vão apresentar o projecto educativo, mas vão falar concretamente de quê?? Das actividades dos babies?? Do dia-a-dia deles?? Será que vão falar de cada sala??" Enfim, nunca tinha ido a nenhuma e por isso estava à escuras.
Lá chegou o dia e a hora e lá estavamos eu e o M. sentados naquelas mini cadeiras à espera de ouvir as respostas para tantas perguntas. Enquanto não chegavam todos os pais foram projectando fotos das crianças nas suas actividades diárias. E lá estava a princesa V. feliz e contente a brincar com os novos amigos na casinha... depois sentada a ouvir uma história... e andar nos carrinhos! Que fotos giras! E esta foi a melhor parte da reunião, ou pelo menos a mais engraçada. Depois começou a encher a sala e ficou um calor de morte. Estivemos aí uns 40 minutos a ouvir a directora e as educadoras a falar sobre o regulamento da escola e sobre o projecto educativo para 2012/2013. Ah... sempre em português e inglês. Multiculturalidade foi o tema escolhido. Este ano há na escola meninos de 5 nacionalidades diferentes e também por isso fez todo o sentido escolher este tema. As educadoras falaram sobre os trabalhos que vão fazer com eles e como vão abordar as diferentes culturas. Foi giro (bom... um bocado seca na parte de apresentação dos livros para a sala dos 4/5 anos, mas ok).
Enquanto os pais estavam cá em baixo na reunião, todos os meninos estavam lá em cima a brincar. No final foi tão giro vê-los a descer as escadas em filinha agarados ao corrimão (sempre debaixo do olho das auxiliares)... que fofos, muito certinhos e com muito cuidado. Até a princesa V. desceu alguns degraus, depois veio ao colo da T. e quando nos viu atirou-se para os nossos braços! Uhmm que bom!

Baby G. first night out….

…was a disaster! Ah pois é. Foi este sábado. Ficou em casa dos meus pais e nós fomos jantar fora só os dois. Ele ficou lindamente, fica com a minha mãe todos os dias e adora o meu pai. Decidimos ir comer japonês (andava há mais de um ano com desejos) e o escolhemos o Yacuza – o restaurante japonês do Olivier na Avenida da Liberdade.  Se gostei? Gostei.  Os empregados são simpáticos, o ambiente é tranquilo…mas…fiquei a amar? Não. Não gostei particularmente da decoração e enfim. O sushi ali é bom? É. As entradas também. Justiça seja feita tem um temaki de ovo muito bom.  Acho que escolhi mal o combinado…era bom, mas não era espectacular-fantástico-maravilhoso-de-chorar-por-mais.

A meio do jantar a minha mãe liga a dizer que baby G. tinha adormecido, eram para aí 22:30, depois de muita correria e brincadeira. Avisei-a que provavelmente ia acordar por volta da 0.30/1h. Bem dito bem feito e foi aqui que começou o problema. Ele acordou porque queria mamar. É sempre assim e como não tinha mama, foi um sufoco: chora, soluça, fica sem ar, lábios roxos transpira, irrita-se, enfim todo um filme, que a minha mãe não está habituada porque ele de tarde nunca faz isso. Por volta das 1:45, ela decidiu ligar-me a dizer que já não sabia o que fazer Ele estava inconsolável e ela não conseguia acalmá-lo! E lá fomos nós buscá-lo.

ASSOCIAÇÃO ERRADA

Este  é o nosso problema noturno. Ele associa dormir a mamar e portanto sempre que acorda a meio da noite, quer mamar para voltar a dormir. Ele não tem fome, é mesmo um vício. E se há noites em que acorda duas vezes, há muitas em que abre a pestana de hora a hora. E nós não sabemos o que fazer, nem como acabar com este hábito. Ou melhor, sabemos e já tentámos muitas vezes não lhe dar de mamar durante a noite. Vai lá o D. e… Novo problema, quando não lhe dou, ele não dorme, chora ao inicio e depois ficar acordado duas e três horas. Acaba sempre por me vencer pelo cansaço. E ele sabe e por isso aguenta. Ora não pode ser. Ainda hoje fomos à pediatra e levámos um ‘raspanete’. Portanto, a partir de hoje  começámos a operação: Sleep all night long, que consiste em não dar de mamar durante a noite. Dou antes de adormecer porque ele recusa-se a beber biberão e o objetivo é só voltar a dar de manhã …vamos lá ver como corre.

PS: como é que vocês fizeram o desmame? Alguma técnica, algum truque? Eu adoro dar de mamar, gosto mesmo, nunca na vida pensei dar até tão tarde, mas ele já fez um ano e acho que já chega. Queria deixar de dar nos próximos meses, mas ele é um ‘mamão’….alguém passou pelo mesmo? Alguém tem uma sugestão?

PS 2: Fofoca do restaurante: quando chegámos, fomos ter com o senhor dar o nosso nome e dizer que estávamos ali. Ele pediu para esperar, desapareceu e voltou com um ramo de flores para mim. Eu olhei para o maridão, que olhou para mim com cara de 'não fui eu. Até me podia ter lembrado, mas não me lembrei por isso...WTF porque é que ele te está a dar flores? Percebemos que era um mal entendido, dissemos ao senhor, mas ele insistiu que era para nós, que não tinha mais ninguém com aquele nome e realmente no cartão estava o nome e o apelido do maridão. Lá fui para a mesa com o ramo de flores e tive de abrir o cartão. E  confirmou-se o engano. Imaginem era um bilhete da Alexandra Lencastre (pressuponho que seja a actriz) para outro D. qualquer! Lá fui  ter com o senhor, para devolver as flores e provar o engano!

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Primeiro aniversário do R: os brinquedos

A Imaginarium desta vez bateu a Chicco nos brinquedos que ofereceram ao R. Nós próprios, papás, optámos por lhe dar um presente de lá e ele gostou imenso.


Volante de actividades para colocar em frente à cadeirinha do carro, para ir a conduzir como a mamã ou o papá... ele prefere buzinar:) - foi o nosso presente.


(IPhone - tem sido um "tá-lá" que não acaba mais.... presente da BebéBolsão)

BabyMusic Xilo 

MelodyCar Key - ele tem uma pancada com o abrir e fechar os portões na casa dos avós com os comandos e acho um piadão a isto, sobretudo se por trás um de nós abrir com o verdadeiro...

Agora sim, um comando só para ele...








domingo, 16 de setembro de 2012

O aniversário do R.

Finalmente tenho tempo para vir aqui contar-vos como correu o primeiro aniversário do R. E, claro, só podia ter sido FAN-TÁS-TI-CO!!! Juntámos os amigos todos e foi muito bom... Ele brincou imenso, estava super contente, conviveu bastantes com os outros amiguinhos e na hora de cantar os parabéns estava de sorriso nos lábios a olhar para toda aquela gente à volta a olhar para ele, como quem pensa: "isto é tudo para mim?!!!" No final, bateu palminhas como manda a tradição, mas apesar de termos tentado durante toda a semana ensiná-lo, ainda não foi desta que soprou a vela. Mas já levanta um dedo quando lhe perguntamos quantos aninhos tem:)
De facto, foi um ano inesquecível e quando olho para ele a correr e a interagir com os outros é que vejo como temos que aproveitar cada momento ao máximo, porque passa tudo tão rápido que parece uma loucura.

Durante a semana conto vir mostrar-vos algumas fotos e os presentes e essas coisas todas bonitas... Desculpem a ausência, mas com o Governo e o país a pegar fogo, passei do horário reduzido para entrar às 10h e sair às 23h, como aconteceu na quinta-feira:(

sábado, 15 de setembro de 2012

Trespassa o Passos

No dia de hoje, em que milhares se manifestam em frente à Assembleia da República e outros milhares o fizeram pelo país fora, dêem uma espreitadela a este blog de uma amiga: Trespassa o Passos. Foi criado no calor da revolta de sexta-feira, após o anúncio da subida da TSU em 7% e está, simplesmente, FA-BU-LO-SO!!!

Eis um cheirinho:


Como a esquerda reage às críticas de Manuela Ferreira Leite ao PSD:

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Receitas para Babies # 2

Depois do post da BebéBolsão achei que devia voltar à rubrica das receitas. Ontem o jantar da princesa V. foi massinha de peixe por isso aqui fica a receita. Esta é muito fácil, estou a pensar em algo mais elaborado para o próximo post. :=))
 
Massinha de Peixe
 
* 2 porções
* Grau de dificuldade: fácil
* Tempo: 30 minutos
* Ingredientes: 1 "mão" de massinha (letras, pevide ou estrelinhas), 1 lombinho de peixe (pescada, robalo ou dourada), 1 cenoura ralada e azeite (Fig. 1)
 
1. Colocar no tacho o peixe e a cenoura com um fio de azeite e deixar refogar um bocadinho (Fig. 2)
2. Ir acrescentando água à medida que for necessário para cozer a cenoura e o peixe
3. Quando o peixe começar a ficar cozido podemos, com a colher de pau, partir em pedacinhos pequenos (Fig. 3)
4. Acrescentar água, juntar a massa e deixar cozer (Fig. 4)
5. Atenção que pode ser necessário ir acrescentando mais água
6. Quando a massa estiver cozida está pronto! (Fig. 5)
 
 
 
Fig. 1
 
 
Fig. 2
 

 
Fig. 3


 
Fig. 4

 
Fig. 5
 
Bom apetite!!!
 

Bora 'reguengar' outra vez este fds?


Passar a tarde na piscina...



Comer pão alentejano ao pequeno-almoço...




Com queijo branco...


Marmelada...

 Bolo caseiro....


E para o almoço :um crepe...



E uma salada...


Tínhamos de nos alimentar, andar atrás dos babies gasta muita energia!

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Eu quero # 2

Um anel com o nome da minha princesa e com um brilhante cor-de-rosa!

Anéis com gravação de nome - Gil Sousa
 

Pormenores festa baby G. # 2

Para  celebrar a ocasião,  baby G, and I fomos a fazer pendant.





Roupa MY mini & me. Espreitem o  Facebook deles. Tem conjuntos para mães e filhos espectaculares! LINDOS, vale mesmo a pena verem. 

Depois comprámos uns balões, mais umas quantas decorações e pusemos a mesa cheia de coisas boas para receber os nossos convidados. E vieram todos, a casa parecia uma creche. Estava uma noite de calor e o que nos valeu foi a varanda.  É engraçado, eu adoro fazer festas em casa e receber pessoas. No meu aniversário, convido sempre as amigas mais próximas e acabo com a casa cheia. Agora foi giro ver as amigas e os descendentes... foi uma animação. Os babies portaram-se todos bem, choravam à vez, mas sem grandes dramas e andaram a noite toda na maior excitação a brincarem e uns a correrem e outros a gatinharem de uma lado para o outro





´





Obrigada a todos por terem participado neste dia tãoooo especial para nós!